Olê, olá , a AmaJazz tá botando pra quebrar…

Reinaldo Figueiredo pede licença para comemorar efusivamente o primeiro aniversário da AmaJazz e sai cantando “Não deixe o jazz morrer/Não deixe o jazz acabar…”

Para ser lido ao som de Bireli Lagrene em April in Paris

Jornalista adora uma efeméride, e ainda mais quando a efeméride é do nosso time. Nesse momento, a isenção e o equilíbrio podem aguardar um pouco na sala de espera. Por isso, peço licença para comemorar efusivamente o primeiro aniversário da AmaJazz, esse antro de profissionais, amadores e amantes do jazz… E para entender melhor o que é um amante do jazz, vejam acima a ilustração que reproduz uma página dos diários de Leonard Plume.

Desculpem a interrupção…Mas, continuando os festejos, vou aproveitar a oportunidade para me dedicar à prática da mais desavergonhada autopromoção e comemorar também os seis anos do programa A Volta ao Jazz em 80 Mundos, lá na rádio Batuta. Como todo mundo já deve ter percebido, esse programa e a AmaJazz estão aí para desmentir uma das maiores fake-news de todos os tempos, a famosa “o jazz morreu”. E como os dois aniversariantes são do mês de abril, ouçam aí esta versão de April in Paris, com o grande guitarrista francês Bireli Lagrene.

Anúncios

Nenhum pensamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.