Quando seis pessoas são uma multidão

Marco Poli lembra uma noite cheia e inesquecível ao lado de Moraes Moreira numa cidade vazia

Para ser lido ao som de Moraes Moreira em Alto-Falante

Um fim de tarde qualquer quer no Rio de Janeiro. Sentado em frente a uma ampola de cerveja gelada num boteco da Vinicius, aguardando a galera e quem chega primeiro é Alvinho com aquele seu jeito de sempre mostrar uma boa ideia. Foi logo contando: “Seguinte, hoje tem Moraes Moreira aqui no bar do Porcão”. Retruquei que o tráfico tinha dado ordem de fechar tudo e que todos ficassem em casa e tal, ao que o velho Capitão de Ipanema sentenciou: ‘Quem manda aqui sou eu: se digo que vai ter show, vai ter show!’”.

Terminei a cerveja e lá fomos nós numa longa caminhada de meia quadra e a churrascaria estava aberta normalmente. O local do show era um pequeno bar para a clientela esperar mesa nos almoços de domingo, que ficava ocioso nos dias de semana. Então criaram esse projeto intimista para as noites de quarta-feira. Entramos pegamos uma mesa próximos da única outra mesa ocupada na casa, pelos irmãos Paulo e Chico Caruso. Pouco depois chega o novo baiano com seu violão. Cumprimentou e agradeceu a todos pela presença, subiu ao palco, cantou três músicas e, como não chegava mais ninguém, comentou: “Acho que não vem mais ninguém. Vou atender um pedido de cada mesa, depois desço e vou beber com vocês, pois não vou cobrar show dos únicos que me prestigiaram nessa noite estranha”.

Dito e feito. Tocou mais duas músicas e desceu, pedindo que juntássemos as mesas. A partir dali passamos a beber em ritmo mais acelerado, pois os Caruso não admitiam copo vazio. Foram entre as melhores gargalhadas em muito tempo, com gente tão divertida e artistas tão criativos. Naquela noite, Ipanema estava fechada para os demais e aberta somente para nós, os loucos que se negaram a deixar de dar risadas das pessoas que acataram a ordem de ficarem em suas casas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.