Desejos de Nica

Eduardo Osório Rodrigues escreve sobre a baronesa que foi mecenas e musa inspiradora de tantos músicos de jazz

Para ser lido ao som de Thelonious Monk em Pannonica

Foto: Ben Martin/Divulgação
Foto: Ben Martin/Divulgação

A nobreza não combinava muito com os hábitos mundanos de Kathleen Annie Pannonica Rothschild (1913-1988). Seu espírito aventureiro sim. Depois de cruzar os céus pilotando bombardeiros Lancaster ao lado da resistência francesa na II Guerra, a aristocrata inglesa decidiu tomar outros ares. Em 1951, aterrissou em Nova York para circular pelas ruas do Harlem a bordo de seu flamante Bentley, com Thelonious Monk na carona.

Fascinada pelo autor de Round Midnight, Nica abandonou o casamento, cinco filhos e as pompas de um castelo no noroeste da França. Levou consigo apenas o sobrenome do marido, Koenigswarter, e uma vultosa conta bancária. Livre dos ritos, mergulhou de corpo e alma no ritmo dos negros. Um som que já havia despertado seus sentidos e agora conquistava seu coração.

Em Nova York, virou habitué dos clubes de jazz, com direito à mesa reservada nos porões enfumaçados da 52nd Street. Uma branca rebelde e ousada que dividia a mesa com os negros durante a segregação e – por amor à música – pagava a conta no final. Seguindo a tradição familiar de amor aos animais, Nica abriu as portas de sua morada para os gatos, que miavam de dia, e os músicos, que ronronavam à noite, após apresentações improvisadas na sala de estar. Foi musa, confidente e mecenas de um cast invejável de jazzistas. Isso mudou sua vida — e a deles. Milionária, abrigou, incentivou, socorreu e presenteou famosos e desconhecidos na metrópole mais agitada, ruidosa e excitante da América. Para Art Blakey deu um Cadillac. 

Nica gostava tanto de sua nova “família” que entre 1961 e 1966 entrevistou 300 músicos do gênero, perguntando a cada um quais eram seus três desejos. O resultado foi compilado no livro Three Wishes: an Intimate Look at Jazz Greats (Três Desejos: Um Olhar Íntimo sobre os Grandes do Jazz) publicado por seus filhos (Hannah, sua sobrinha, escreveu um livro e dirigiu um documentário sobre ela). As fotos que ilustram a obra foram tiradas por Nica em sua casa — a Cat House, onde vivia cercada por 306 felinos, livros, revistas, papéis, um piano Steinway e jornais como o New York Times, que abria todas as manhãs para preencher as palavras cruzadas.

Lançado em 2006, Three Wishes tem prefácio de Gary Giddins e um texto escrito pela neta de Nica, Nadine de Koenigswarter. Em suas páginas, frases curtas sobre sonhos comuns, pequenas ironias e algumas excentricidades que a baronesa ouvia e anotava. Miles, por exemplo, queria ser branco. Eric Dolphy gostaria de ter uma casa e um carro na Big Apple. Preocupado com os rumos da humanidade, Wayne Shorter desejava viver em um mundo sem guerras e, Stan Getz, mais econômico nas respostas que em seus solos longos e sinuosos, sonhava com três palavrinhas mágicas: justiça, verdade e beleza.

Tanto amor e devoção ao jazz em especial, e aos músicos em particular, foram retribuídos da melhor forma. Na forma de música. Pelo menos 20 foram compostas para Nica ou inspiradas por ela. Blues for Nica (Kenny Drew), Nica’s Dream (Horace Silver), Nica’s Tempo (Gigi Gryce) e Pannonica (Monk) são algumas que a homenagearam.

Seu nome, porém, será eternamente associado ao sumo sacerdote do bebop que também compôs Bolivar BluesComing on the Hudson e Little Butterfly, esta em parceria com Jon Hendricks. Todas para ela. Sua relação com o pianista foi fiel e duradoura. Um caso de amor platônico só comparado ao de Billie Holiday e Lester Young, duas lendas unidas pela afinidade musical.   

Na parte final de seu texto, Nadine revela o último desejo de sua avó – a maior provedora de sonhos do jazz. Nica pediu que suas cinzas fossem lançadas no Rio Hudson por volta da meia-noite, uma alusão direta à música do homem que ela chamava de “o Einstein da música” e gênio, no mesmo patamar de Beethoven. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.