Mapa sem fronteiras

Lucio Brancato apresenta Rudresh Mahanthappa, saxofonista nascido na Itália, filho de pais indianos e que será uma das atrações do POAJazz

Para ser lido ao som de Rudresh Mahanthappa no NPR Music Tiny Desk Concert
Foto: Hreinn Gudlaugsson/CC BY-SA 4.0/Wikimedia Commons
Foto: Hreinn Gudlaugsson/CC BY-SA 4.0/Wikimedia Commons

Rudresh Mahanthappa – saxofonista nascido na Itália, filho de pais indianos, que posteriormente se radicaram no Estados Unidos – traz no seu case os mais ricos temperos musicais que atravessam o planeta desde o Sul da Índia até as pradarias do Colorado. O público gaúcho poderá conhecê-lo de perto no dia 9. Ele é uma das atrações da  programação da quarta edição do POAJazz Festival.

Sua trajetória pessoal é um mapa sem fronteiras. Aos 46 anos, Rudresh começou seus estudos ainda criança, primeiro no Colorado e, em seguida, em Boston, onde foi estudar no Berklee College of Music. Ali, encontrou um porto seguro para sua música tendo contato com a arte do saxofonista indiano Kadri Gopalnath,  maior nome do sax na Índia, e responsável pela fusão do jazz ocidental com a tradição Carnatic do Sul da Índia, Gopalnath é até hoje um dos nomes mais importantes na música indiana. Se no norte, temos Ravi Shankar na linha de frente, no sul quem derruba os muros musicais com o Ocidente é Kadri Gopalnath.

A aproximação musical com seu guru não ficou limitada a estudos na escola. Rudresh partiu para Índia para estudar e gravar com Kadri. O resultado é o disco Kinsmen (2008), onde o encontro de um quarteto de jazz com um trio de música clássica indiana proporciona uma das mais ricas colaborações no jazz moderno.

O que faz de Rudresh um instrumentista único é a sua capacidade de reverenciar a tradição musical indiana e ao mesmo tempo trazer uma música milenar para os dias de hoje. Em seus trabalhos ele usa desde elementos tradicionais percussivos como também o uso de novas tecnologias eletrônicas. Com seu trio Indo-Pak Coalition, formado pelo guitarrista Red Abbasi e o baterista e percussionista Dan Weiss, Rudresh sobe ao palco acompanhado de seu sax e um laptop onde os mais variados samplers são usados para transcender o tempo, a forma e o timbre. Prepare seus ouvidos e sua mente para abrir novas portas e sentir novos aromas musicais. Vai ter curry no churrasco de novembro.

>> Clique aqui para saber tudo sobre o POA JAZZ FESTIVAL 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s