Pandemia e pandemônio

Bruce Henri apresenta em primeira mão a letra de uma composição feita nesses tempos estranhos de isolamento

Para ser lido ao som de Bruce Henri em Mailbag Blues

Foto: Thiago Dorigo

Cheguei ao Brasil há pouco mais de 40 dias, programado para ficar uma semana, o tempo de encaixar uma gig de fim de semana no Jazz Village em Penedo. Nesse ínterim, porém, meu voo para voltar à “terrinha” foi cancelado e aqui fiquei em quarentena, num lugar idílico da Mata Atlântica, a três horas do Aeroporto Internacional Tom Jobim, onde ainda espero embarcar em algum dia no futuro não muito distante. Penso em Ulysses todo dia. Tenho fortes razões familiares, pois minha mulher lá ficou, e saudades dos vinhos, suficientes para ansiar pela volta à Ericeira onde vivo. No entanto, nenhuma pressão profissional pois tanto lá como cá as gigs foram canceladas por tempo indeterminado. No problem, estou felizmente bem acompanhado por filhos, um piano, contrabaixo, violão, baixo elétrico, berimbau, pandeiro e galinhas. Falta é tempo para isso tudo! “Tempo? Xplica isso ô maluco”! Simples: a culpada é internet banda larga. Parece banal mas nestes dias extraordinários acredite que nada é banal. Vivemos todos sob constante bombardeio dos três “Ps”: Pandemônio, Pandemia e Política. Estes três “Ps” se inter-alimentam canibalisticamente e invadem o cotidiano online, levantando um dilúvio de sentimentos, interesses e capacidades, alguns dos quais até desconhecíamos. A angústia desta nova realidade desperta em algumas pessoas uma necessidade de aprender mais, de procurar, de saber, urgência… Outros se sentem eufóricos, poderosos, energizados, capacitados e imbuídos de uma missão de passar informações, dar aulas, se expôr até para provar a si mesmos que ainda existem, “não se esqueçam de mim”, “lives”, “workshops”, palestras e “meetings”, solos e “jam sessions” interativos. É um verdadeiro tsunami de online gurus da meditação, alimentação, respiração, you name it!

Sirva isto de preâmbulo para explicar minha inspiração ao escrever os versos que transcrevo para publicação aqui em primeira mão na AmaJazz. Eu também amo jazz, mas acho que desta vez isso vai acabar em reggae…

LOCKDOWN GURU (reggae)

In these days of quarantine
So many gurus, so little time
Youtube teachers of innumerous kinds
So many choices, so hard to decide
I can’t keep up, makes my head reel
From learning to sew to improved sex appeal
From ripped abs to finding God
Organic gardening to training dogs

Some preach a life of learning
The inner path to spiritual growth
Others may show the natural Wonders
From deep down South to way up North
Some seek to answer the origin of time
Studying quarks, neutrons and Argon
Others peddle unconditional love
From esoteric communes in Oregon

I wanna be your Guru, baby
Come bathe in my light
Just let me be your guru
If just for one night
I’ll shower you with shining stars
Show you ethereal delights
Feel the bliss and stop wondering
If it’s wrong or if it’s right

I’m tuned right in to your body vibration
We’ll experience a new sensation
I’m shivering all over in anticipation
Feeling the warmth of spiritual elation
So come here babe, just a little bit closer
I’m warm all over, hotter than a toaster
Looking for distraction to overcome my attraction
For she who was once a lover of mine

I wanna be your Guru, baby
Come bathe in my light
Just let me be your guru
If just for one night
I’ll shower you with shimmering stars
Show you ethereal delight
Guaranteed to leave you pondering
Why the Hell put up a fight

Bruce Henri Leitman: 26 de abril de 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.